Adoção SEM Preconceito – Sobre Burocracia

Existe burocracia excessiva para se adotar uma criança?

Toda ação institucional requer um mínimo de burocracia , enquanto mecanismo de organização e controle. Percebemos a existência de burocracia de várias áreas e em diversas situações que vivenciamos no cotidiano, como por exemplo, abrir uma conta no banco, realizar matrícula nas escolas, etc.

Quando se trata de adotar uma criança, existe uma situação que demanda uma atenção e controle maior, pois estamos lidando com vidas humanas. As exigências são as mínimas possíveis para assegurar que o adotado realmente seja inserido em uma família apta a recebê-lo e garantir aos adotantes que eles não correm o risco de irregularidade ou pressões dos pais biológicos.

Se considerarmos o tempo de espera de uma gestação e todos os passos que uma gestante trilha antes de parir (pré-natal, exames etc. ), o tempo de espera por um filho por adoção no cadastro do juizado da Infância e da Juventude é absolutamente compatível, desde que o adotado não apresente exigências difíceis de serem atendidas em relação às características da criança desejada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: